quarta-feira, 6 de setembro de 2017

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Escolhas de um divorciado...

Pelas contas são:
3 loiras (uma Tinderella, uma advogada e a outra, bem, a outra é a mais gata e gostosa e resolveu do nada fazer um doce infinito do cacete);
2 morenas (uma amiga de amiga e a outra sempre deu mole, mas diz que tem namorado, sem lógica alguma)
5 garotas de programa (todas morenas e com todas é possível andar de mãos dadas no shopping tirando onda de gostoso)
2 transexuais (uma morena, que eu namoraria fácil e a outra indefinida, que é linda, simpática, gostosa e se operar eu caso amanhã!).

Enfim, depois que eu separei, pra falar a verdade, não comi ninguém, mas estou frenético, tanto que não consigo sair com todo mundo que eu quero, nem fudendo rola de sair com todo mundo. Também não estou dando mata leão em ninguém, porque não sei o que eu quero da vida ao certo, só sei que dessas aí eu já comi 3, mas faz muito tempo, mas comeria todas se rolasse, e ficava revezando a vida inteira entre elas, o problema é que a conta da 12, ou seja, no máximo comeria cada uma duas vezes por mês e ainda assim ia ficar com o pau esfolado, a verdade é que eu preciso reduzir o número antes de começar a me aventurar no sexo profundo, já vou limar a loira mais gata e mais gostosa pq ela tá de doce, e meu pau é diabético, ela dava muito mole e foi protagonista de um dos posts mais inspirados daqui (Diálogos Imaginários). Daí rola de tirar também a advogada, ela só num futuro se eu quiser casar de novo. Das 5 garotas de programa eu já tiro a que me ofereceu drogas, ela parecia completamente retardada (apesar de muito sexy). Com isso o número fica em 9, daí conforme o sexo for fluindo com cada uma dessas eu vou, ou não, eliminando da lista.

Mas no fundo no fundo, a verdade é que não tô comendo ninguém, só na expectativa pré-coito.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Healing process 3

Os ditames espirituais usuais proclamam que parte do meu processo de cura inclui perdoar a Diane. Perdoar a Diane? Sério? Não tô a fim. Não tenho nada contra, só não quero ficar trabalhando nisso. Espero que meu subconsciente fique trabalhando nisso e algum dia eu nem tenha mais ódio mortal dentro de mim.

Acho que perdoei minha ex-mulher. Nem tive que trabalhar nisso, mas também não tive ódio dela. Tive pena.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Healing process 2

Desenvolvi uma fobia de lugares públicos cheios de gente. Quanto mais familiar o perfil do público, mais eu fico paranoico. No último fim de semana fui ao Pier 21 e à Expotchê. Circulava olhando para os lados, achando que poderia encontrar a Diane a qualquer momento. Espero que isso não aconteça... enquanto isso, me mantenho em casa o máximo possível.

domingo, 9 de julho de 2017

sexta-feira, 23 de junho de 2017

6,6,6 - furada

Gostaria de desenvolver um tema sobre autossabotagem, motivações e desculpas para o fim de um relacionamento.
Aquela coisa em que a mente fica criando mil justificativas para vc tomar uma atitude. Quando finalmente você a toma, simplesmente as justificativas não parecem ter um sentido. Até pode ter sentido, mas não tem esse peso todo. Com o tempo até se esquece quais eram os motivos. Eram apenas subterfúgios para você fazer o que queria. Você quer e não importa o motivo. Só quer fazer, mas tem que ter um motivo suficientemente relevante para tal. Acho que isso se aplica à drogas e bronha também. Não sei, não entendo dessas coisas.

Enfim, posso tomar uma atitude que posso me arrepender ou mais pra frente mostrar que foi a melhor coisa que fiz. Estaticamente, tenho acertado em quase todas as decisões, menos uma que a história ainda não me mostrou evidência de que eu estava certo (is that all right my little engineer?)

Comecei escrevendo com o intuito de registrar os motivos para reflexões na posteridade, mas talvez sejam ridículos demais para isso.
O bom do tempo é a possibilidade de você esquecer as coisas...inclusive as merdas que você fez. Então, não é bom registrar.

sábado, 3 de junho de 2017

Poeminha romântico

Joêmia sua bunda me fascina
sua boca de boquete me ilumina
Ôh Joêmia, seu gemido deve ser...
Heroína!

Joêmia, Joêmia, Joêmia,
Vamos transar na piscina
Ao som de Ana Carolina
Com você chupando minha...
Piroca!

Ôh, Joêmia...

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Centro de Ligações Anais

Essa semana tive que ir a um Call Center por motivos de trabalho, esses mesmo onde ficam aquelas pessoas que ligam para você dizendo "Senhor, estaremos entrando em contato com a operadora para estarmos fazendo a cobrança...". Achei que ia ser aquela merda, afinal de contas um lugar desse deve ser repleto de pessoas idiotas, mas não foi bem o que aconteceu.

Primeiro fiquei impressionado com o tamanho da parada, deviam ter umas 5.000 ou mais pessoas trabalhando naquele local, e cerca de uns 95% eram mulheres, então você, meu caro leitor, pode imaginar o paraíso que é um local desses. Afinal de contas onde tem muita mulher é certeza que vai ter muita gostosa e muita gata, não é mesmo? E foi exatamente isso que eu constatei no lugar.

Quando adentrei o ambiente de trabalho parecia que eu era um garanhão adentrando um estábulo para cruzar com as vaquinhas, todas as minas começaram a me olhar freneticamente e não teve jeito, comecei a pensar com a cabeça de baixo, imaginando uma orgia com várias daquelas gostosas, do tipo tanta mulher me cercando que eu teria que usar as mãos, língua, pés e, claro, a piroca!

E quanto mais tempo eu ficava lá mais gostosas apareciam, de todos os tipos, tamanhos e gostos, honestamente não queria ir embora daquele paraíso, cheguei a pensar em me demitir e mandar meu currículo só pra ficar cercado de gostosas.

Mas com certeza esse plano não iria funcionar, pois gostosa não se atrai por pobretão e o importante é mostrar que é rico, o que me fez pensar em voltar lá... Só que dessa vez vou apelar, vou vestir um dos meus ternos Armani slimfit e chegar lá no meu Audi, falar com o segurança que preciso estacionar no estabelecimento (mostrando minha identificação pica) e pronto, a maldade já estará feita, se me olharam do jeito que olharam eu todo largado, imagina elas sabendo que ganho R$50.000,00 por mês, vai ser voadora de buceta na minha cara e ré de anal na minha piroca!!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Sexta Anal: Casamento e a vontade de comer geral

Levante a mão o homem que consegue comer a mesma mulher todos os dias durante 5 anos e não sente vontade de sair pirocando todo mundo que aparece pela frente e eu te direi que este sujeito é um santo. Mas, acredito que tal sujeito não existe. Está na biologia, na fisiologia, no DNA, entranhado em todos os seres do sexo masculino que gostam de bunda. É aquela velha história de lei da natureza, onde o macho predador precisa disseminar seu sêmen em todo óvulo fértil que encontrar pela frente, e comer a mesma mulher todo santo dia não é uma boa maneira de se disseminar e propagar seus genes, não é mesmo?

O mais foda ainda é quando a relação tá em crise e a patroa fica zurando sexo e se vitimizando por qualquer que seja a merda. Nesse ponto é difícil ser homem, porque a gente não quer ficar conversando sobre soluções para problemas que só existem no mundo das ideias feminino. A gente quer mesmo é encher a cara e ganhar um boquete. Será que é muito difícil de entender isso?

A verdade é que os sexos não se entendem, apesar de homem ser algo super simples, naquela lógica do problema. Há problema com solução, então você não tem problema. Há problema sem solução, então você também não tem problema, melhor encher a cara. E por aí vai...

E quando vai chegando o final de semana e o pau vai latejando, simplesmente dá vontade de sair arregaçando, metendo a piroca em toda bunda minimamente gostosa que se vê pela frente. Mas aí vem o dilema masculino (que é bem diferente do feminino "money x dick" já tão debatido neste blog), o dilema de comer geral (e as vezes ficar na seca por conta disso), utilizando-se de todo tipo de artifício para esse fim (putas, tinder, casas de massagem, etc.) versus permanecer casado com a vida tranquila (estar casado traz uma certa paz a cabeça do homem, ele não precisa se preocupar com comer geral, só com tomar sua cerveja, assistir seu futebol, bimbar a patroa e curtir a vida).

Nesse momento estou no dilema. Sei que se cair fora vou acabar com minha grana em duas semanas de tanta quenga que vou pegar e se eu ficar vou ter que aturar a xaropação típica feminina (e infindável), em troca de ter dinheiro e uma certa paz de espírito que numa sexta a noite posso simplesmente chegar em casa, tirar os sapatos e assistir um filme sem ter que ficar paranóico porque preciso comer alguém. Se a patroa chegasse na alta e pagasse um boquete, o problema tava resolvido, pena que ela anda tão adversa e faz um tempo que não faz mais isso... enquanto isso permaneço no dilema...

quinta-feira, 25 de maio de 2017

O Maconheiro sempre se Fode!!

Pois é, o maconheiro sempre se fode, não é mesmo? Basta ver os últimos acontecimentos nas manifestações ocorridas Brasil afora nos últimos meses.

Em Goiânia um "estudante" (e tem que colocar entre parênteses mesmo, porque um filhodaputa de 33 anos, formado na área de TI, estudando Ciências Sociais não é estudante, é vagabundo mesmo!) levou uma borrachada na cara que fudeu com tudo, teve que ser operado e deve estar com a cara deformada. Agora eu me pergunto, o que um desempregado, maconheiro, inútil, estudante de humanas, filhinho de papai, estava fazendo em uma manifestação contra as reformas da previdência e trabalhista? O idiota não trabalha, portanto não tem direito trabalhista nenhum, consequentemente não vai se aposentar (vai viver da grana do papai capitalista trabalhador até a morte), e aí também não tem previdência para um mané desses. Então, tá protestando por quê? Tava fazendo o quê naquela merda de manifestação de sindicalista propineiro? Detalhe que a família é de SP e ele mora em Goiânia (claro que sustentado pela família, não é mesmo?).

Já aqui em Brasília, outro "estudante" (e esse está entre parênteses porque depois do ocorrido divulgaram o Instagram do sujeito, e, honestamente, ele não estudava porra nenhuma, só ficava fumando maconha, tocando Legião Rubana em rodinha de violão de maconheiro e tomando banho de cachu!) teve a mão amputada depois de tentar soltar rojão na polícia que fazia segurança do evento. O idiota morava em Santa Catarina e cursava Física. Sério?? Mais um caso de um filhinho de papai sem emprego protestando contra reforma trabalhista e previdenciária. E claro, chamando o idiota do presidente de "Gópista!" e exigindo sua renúncia.

Conclusão óbvia? Maconheiro sempre se fode! Simples assim...

Por sorte nós aqui do Duas Cabezas somos todos capitalistas porcos chauvinistas que exploramos o trabalhador nos enriquecendo as custas dos outros. Ou seja, que se fodam reformas trabalhistas e previdenciárias, nosso objetivo é continuarmos ricos, fudendo com os trabalhadores e sonegando impostos. Mas no fim das contas, o maconheiro sempre se fode!

terça-feira, 23 de maio de 2017

prostituta

fui deitar e passei a noite chamando a diane de prostituta. foi tipo contar carneirinhos pra dormir. prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta, prostituta. 
72 mil vezes.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

O maix XXXIII

Era tão punheteiro, mas tão punheteiro, que dispensava o sexo com a patroa, esperava ela dormir, e batia uma do lado dela na cama.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Diálogos imaginários...

Conversa na cabeça
Loira Gata: Oi Sweet, quer me comer?
Mr. Sweet: claro, mas só se for agora.
Loira Gata: Ok, mas vai ter que ser anal porque quero sem camisinha e nada de engravidar.
Mr. Sweet: Vira essa bunda perfeita ai então que vou meter duas sem tirar de dentro. E ainda quero dar um gozadão na cara!
Loira Gata: Nossa, como você é viril!!

Conversa real
Loira Gata: Nossa Sweet, como você é gente boa, obrigada pelo favor.
Mr. Sweet: de nada loira, precisando é só falar.
Loira Gata: você é um doce, tão gentil.
Mr. Sweet: então, quando vamos sair pra tomar umas?
Loira Gata: é só marcar.

Conversa nas entrelinhas
Loira Gata: Tô ligada que você quer meter a piroca em mim, mas não vai ser tão fácil assim.
Mr. Sweet: te garanto que se você fosse feia e gorda facilitaria minha penetração.
Loira Gata: seu sem vergonha, é casado e quer meter só porque sou gostosa, né?
Mr. Sweet: claro, como eu disse, se você fosse gorda e feia já tava pulando em mim e eu que ia desconversar.
Loira Gata: ok, dependendo do quanto eu ficar bêbada a próxima vez que a gente sair eu deixo você meter a piroca em mim.

Analzinho 4

Tá foda segurar a vontade de sair metendo em geral. A patroa andou surtando e daí fico com vontade de chutar o balde e viver a vida na putaria, metendo a piroca em tudo que se mexer... PQP viu!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Underworld Prophecies

O sétimo filho do sétimo filho, nascido em uma noite de lua cheia, pera lá, profecia errada. Se bem que o que eu vou falar não é bem uma profecia, mas achei a palavra e o contexto dela legal e resolvi usar. Lógico que pensei em falar "Profecia Anal" ou "Submundo Anal", e até mesmo "Profecia do Submundo Anal", mas na verdade não tem profecia nenhuma, tá mais pra excrotisse mesmo, essa excrotisse padrão cabeciana que nos é tão peculiar. Acontece que todos os cabeças (e a maioria de seus amigos) tem uma atração inexplicável pelo submundo, um fetiche mesmo, que faz com que, de tempos em tempos (depois que fiquei velho), eu seja obrigado a atender a esse chamado das trevas, esse ímpeto insano de cair no submundo de cabeça (olha o trocadilho) e fazer todas as merdas possíveis. E dessa vez isso ocorreu nesta semana, quando a patroa resolveu dar uma espairecida nas praias do Nordeste.

Segunda-feira, eu e o jovem Away rumamos para a casa do Metal Mohammed, como já foi dito aqui em posts passados, cada cabeça tem um vício, Metal se amarra em álcool, Away em entorpecentes ilícitos, e eu, bem, eu me amarro em puta. Na casa do Metal começaram os preparativos, tomei duas taças de vinho enquanto Away mandava um karatê kid. Foi assim durante umas duas horas aproximadamente, até que eu e Away nos mandamos para o puteiro. Aqui cabe um parênteses, como o jovem Metal é de Deus, ele não curte esses lugares, vai entender, poder se alcoolizar, usar todo e qualquer tipo de entorpecente e comer geral pode, puta não pode, enfim...

Chegando lá caía uma chuva excrota, mas excrota MESMO, e o lugar estava as moscas, tinha duas putas que eu comia uma e o Away a outra (e ainda disse que a que eu comia tinha a cara excrota) e só. O segurança da porta já tratou de explicar que o motorista havia saído há pouco para buscar o resto do plantel putanhístico do lugar. Resolvemos ficar e como somos ricos mandamos ver um combo de Black Label com energético (tá ligado que nesses lugares essa porra chega a custar uns mil reais né?! Pois é, foda-se, com nossos salários combinados de mais de 50 mil reais a gente nem se preocupa com essas porra). As duas putas logo viram e já se aproximaram pensando na nossa grana. Desconversamos, afinal de contas a gente não ia pegar as primeiras putas da noite, não é mesmo?!
A noite se seguiu e mais putas chegaram, fiquei em dúvida entre duas ou três, talvez quatro, tinham poucas, mas ao menos rolava de meter a piroca em alguém. Resolvi chamar duas pra mesa. A que sentou do meu lado não tinha o menor jeito de puta, óculos, cabelos escuros, magrinha, toda diferente, como eu me amarro fiquei lá de papo, pra completar ela era gente boa pra caralho. Já a que eu escolhi pro Away mandei mal, a típica puta retardada, silicone nos peitos, na bunda, nas pernas, lipoaspiração em toda extensão do corpo e cabeça de bacalhau, a mina era chata pra caralho, só que a gente tava tão louco de álcool e tóxicos que nem tivemos a sacada de que quem mandava na porra éramos nós e era só mandar a puta cascar fora. Não fizemos e ela ainda arrancou um show de strip da gente (pago é claro). A noite se seguiu e o chamado do submundo foi ficando cada vez mais forte. Away exausto pegou o beco e chamou um über e eu, bem, eu fiquei para presenciar coisas muito loucas...

A mina que tava comigo chamou uma amiga loira, com cara de paraíba e sotaque do Goiás, mas com um corpo simplesmente incrível (era uma das que eu tinha ficado em dúvida antes), e pra completar a mina era incrivelmente gente boa também. Ela se sentou a mesa e ficamos de conversa fiada tentando matar a porra da garrafa de whisky sendo que já estávamos todos completamente transtornados. A puta ligou pra um amigo taxista pra trazer mais entorpecentes e ele demorou pra caralho e eu só pensando em meter a piroca nas duas, claro que não ia fazer isso, mas a ideia não saía da minha cabeça. Quanto mais o filha da puta demorava mais bêbado eu ficava e maior era a chance de uma broxada homérica. Resolvi pagar a conta e saímos. Lá fora a puta que o Away tinha dispensado tava transtornada, chegou gritando pra cima da minha e eu imaginei que ia rolar o fight. A que tava comigo começou a provocar, afinal de contas ela ia sair comigo, o único ser vivo do sexo masculino num raio de uns 300km disposto a pagar por uma mulher naquela hora. Me senti uma zebra num safari africano, cercado de leoas loucas para abater a presa, e não conseguia parar de rir da situação. O circo se armou e quanto mais a louca gritava mais a galera ria, até a polícia chegou no lugar. Quando eu vi um policial com spray de pimenta na mão logo pensei, vai dar merda nessa porra, e o viado do taxista nada de chegar e eu pensando na broxada e no spray na cara.

A tensão não diminuía e o taxista não chegava, nessa entramos no meu carro, eu, a puta que eu tinha escolhido e a amiga gostosa dela enquanto a outra gritava feito louca e era derrubada no chão pelo segurança de forma ridícula. E eu olhando para os policiais e pensando "esses fela da puta vão me deixar sair assim, completamente bêbado e louco?". Pois é, deixaram e fomos pro motel. Chegando lá entrei no quarto com as duas e disfarçava não ficar olhando pro corpo da amiga gostosa enquanto o taxista, um sujeito com cara de louco, chegou com o delivery. Pensei em convidar logo a amiga pra ficar lá com a gente, sabia que não comeria ninguém devido ao meu estado, mas não falei nada e o taxista a levou embora.

Depois disso ainda fiquei de conversa com a minha puta escolhida por uma hora antes de ficar acabado a ponto de não conseguir quase me mexer, fomos embora e o taxista a estava esperando do lado de fora. Fui pra casa e durante o dia devo ter dormido umas 2 ou 3 horas no total. Não satisfeito que não havia completado a profecia tríplice (álcool, drogas e puta) liguei pra ela e combinamos. De noite, ainda sob o efeito dos energéticos fomos ao motel completar a missão. Ela estava toda gostosinha de vestidinho colado. Conversamos mais uma caralhada de tempo (ela é gente boa de verdade) até que eu não me segurei mais e já dei aquele agarro. Ficamos nos amassando um tempo e pensei "vou chupar essa puta e deixar ela doidinha", não deu outra, caí de boca e quando dava aquelas espiadas ela estava me olhando com cara de safada, ficou toda molhada. Pagou um boquete mínimo e começamos o fuk-fuk. Foi uma meteção que começou devagar e ficou insana por volta de 100-120 bpm. A puta gemia e se contorcia e eu pensava que a atuação estava muito convincente, digna de um Globo de Ouro, não aguentei mais e mandei a galera para morte por sufocamento na borracha gozando fartamente e deixando as pernas bambas. Ela ainda ficou gemendo e fazendo movimentos pélvicos por mais uns 2 a 3 minutos e o bilau lá, durão, achei que conseguiria mandar duas na sequência, me sentindo o Metal, mas não quis, a profecia já estava concretizada, a tríade já havia sido alcançada, nada mais me restava a fazer a não ser deixá-la em casa e ir para casa relaxar. Mas foi difícil da puta me deixar, ficou me alisando e aí começou a dizer que meu corpo era muito bonito e tals... ainda bem que ela tinha que ir pro puteiro trabalhar (foi exigência do chefe depois de ter demitido a outra puta louca, olha que viagem, a puta sendo demitida do puteiro, só faltava correr atrás dos direitos e dar entrada no seguro desemprego, há!).

Cheguei em casa para relaxar e foi isso que fiz, não sem antes bater uma bronha em homenagem a amiga da puta e imaginar que eu tô velho demais para fazer essas coisas, então, só faço de novo em um ano ou mais.... mas até lá, com certeza, o chamado das trevas do submundo acontecerá novamente, e este guerreiro que vos fala estará lá para atende-lo...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

mata logo, desgraça

me mata logo nessa porra. quem aguenta? vou tirar férias longas. Away from Summer por 30 dias. Ou morro, ou volto na mesma merda... Não há perspectiva de melhora.

(500) days of summer

Filminho besta, tava dando nada. Namorada que escolheu. E lá estava eu na história. Sorte do protagonista que ele não era drogado. O efeito Summer. Estou sob a influência dele há muito mais de 500 dias. Vejamos... desde julho de 2014... Vicio é vicio, né? Who wants to live forever?

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Analzinho 3

Ta foda... continuo na fissura... e olha que rolou... mas sabe como é né... vício é vício...

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

O casamento e as gostosas...

Tem um brother meu que é sinistro, ele come geral, mas assim, geral mesmo, quando não é uma mina que ele chega na rua na cara de pau, é no trabalho quando aparece alguma outra, e quando as duas hipóteses falham, sempre tem um amigo ou outro que joga uma bunda na dele, e ele não se faz de rogado e vai lá e come. Isso tudo sem contar com as puta que ele come por fora quando não quer ter o trabalho de dirigir para algum lugar longínquo pra meter a rola em uma dessas aventuras dele.

Isso seria muito normal se o cara fosse solteiro, mas ele não é, já está casado faz uns 3 anos e a mulher dele acabou de ter um filho do sujeito (sim, ele come geral e chega em casa e ainda dá uma finfada na mulher). A família do maluco é grande, são dois filhos dele, dois dela e agora um de ambos, e mesmo assim o cara come geral. Pra completar a cereja do bolo, o cara é gordo, feio e pobre, é mole?

Eu me casei recentemente, faz poucos meses, e mal consigo comer umas puta por fora de vez em quando e ainda assim o sexo lá em casa tá pouco (é chato pra caralho comer sempre a mesma mulher, e o homem que disser que não é tá mentindo). Mas não consigo parar de pensar nesse amigo, como será que ele consegue arranjar tanta gostosa assim?

Minha rotina é bem simples hoje em dia, trabalho, faço minhas atividades físicas, curto meus hobbies, fico com minha mulher e basicamente é isso. No trabalho tem gostosas, na academia tem MUITAS gostosas, na rua tem gostosas, no dia-a-dia tem gostosas, mas toda vez que ensaio chegar em uma (piadinhas, conversa descontraída, sendo educado, convidando pro almoço e pagando rango bom, etc.), nunca dá certo, nunca mesmo!! Não sei o que acontece que nunca consigo uma bucetinha livre, no strings attached, just plain sex, só pra esvaziar o saco num buraco diferente sem ter que pagar por isso de forma ostensiva.

Enfim, queria Jennifer me contatando, mas acho que ela desistiu de sexo selvagem com o jovem Sweet. Ou então uma das professoras ou recepcionistas mega-gostosas da academia, já tava de excelente tamanho comer alguém assim, claro que também serviria uma gostosa do trabalho, o lance é só meter e ser feliz. Acho que foi alguma mandinga que alguma ex infeliz jogou em mim... Sai pra lá urubu!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

o pobrema da droga

o pobrema da droga é que ela é foda...
fiquei com sono.... foda-se

o mais xxxii

era tão punheteiro, mas tão punheteiro que, hospedado na casa de amigos em Nova York, foi para um hotel para poder tocar várias mais confortavelmente.

terça-feira, 19 de julho de 2016

sex issue pt3

Última bostagem da noite. Prometo.

Nos últimos dois dias, duas minas me disseram que eu só quero saber de comer elas. Nem é verdade. Eu me amarro nelas. Uma é uma ex de uns três anos atrás e a outra é a ultima, que tive que chegar ao ponto de falar novamente que não vai rolar comprometimento.

Várias vezes ela já me perguntou se isso quer dizer que cada um pode sair pegando quem quiser e tal. Ora, isso é pergunta que se faça? Se quiser sair pegando geral, vai lá e pega e eu não tenho nada a ver com isso. Use camisinha, tome banho, lavô tá novo e apareça quando quiser. Se estiver disponível, eu comerei.

Se não quero namorar com a mulher, não tenho que ficar dizendo o porque, oras. Que desagradável! Mas isso, o fato de não termos um namoro exclusivo, monogâmico, não impede que possamos ter um relacionamento legal. Já tive um assim por dez anos ou mais, poucos problemas, e só terminou agora porque a mina se casou novamente. Mas ela nem teve que dizer nada, e isso é que é a verdadeira essência do jogo aberto e da sinceridade. Com tanto tempo jogando limpo, as palavras se tornam desnecessárias, só as usamos porque fazemos questão de mostrar o apreço.

Vocês sabem. Já sentei cara a cara com uma mulher e disse: não quero mais. E ainda disse o porque. Bônus total! Uns 40 minutos depois que me despedi dela, a figura aparece lá em casa com uma microssaia e pernas deliciosas. O final disso foi previsível. E o pós final também. Meses depois apareci tentando rangar na cara de pau... fui rechaçado.

Nem lembro mais o que ia falar... algo sobre fazer valer a benga. Foi numa situação que me deixava bem transtornado. Resolvi parar de falar, parar de mandar mensagens e simplesmente mostrei pra mina uma ereção enorme, por baixo da calça mesmo, sem exposição indecente. Funcionou! A mulher não queria mais ir assistir um filme ou almoçar comigo, mas trepar rolou legal.

Sistema alternativo

A cinebiografia do físico Stephen Hawking, A Teoria de Tudo, mostra como ele, mesmo na cadeira de rodas, sem conseguir mover quase nenhum músculo, ainda conseguiu ter filhos com a esposa e, depois, ter uma amante, que acabou virando a segunda esposa. Num certo momento, um amigo dele pergunta como ele conseguia. Hawking respondeu apenas que era um "sistema diferente".

O sistema nervoso afetado pela doença parou de comandar os músculos e várias funções, mas o cérebro permanece intacto. Ele tinha, não sei se tem mais, tesão, ereção e conseguia ejacular sêmen com espermatozoides em quantidade e qualidade suficientes para engravidar a mulher dele por três vezes.

Isso reforça e até comprova, de certa forma, a teoria deste brogui. Duas cabeças.







so cold

Tô em SP, numa noite como tantas outras em que tudo o que me resta é comer alguém. Posso ir dormir, assistir um filme, fazer algo no computador, usar substancias até o amanhecer, posso fazer isso tudo... mas o que quero mesmo é estar com uma mulher.

A situação em que me encontro aqui é até bem favorável. Não seria tão fácil quanto em casa, mas rolaria algo com algum esforço. Em casa, numa noite de segunda, com mínimo esforço, garantiria algo se fizesse um contato até 1h30 da manhã. Aqui acho que até meia noite, mas correndo atrás sistematicamente. No final, até uma puta serviria.

Só que... está fazendo menos de 10º nessa porra. Fui mijar agora e vi um micropênis. Esse frio não me dá a menor pilha nem de olhar um porn ou um site de puta, muito menos o tinder.

Então vou apenas aproveitar a primeira terça-feira do ano em que não terei que acordar cedo.






two months check

Os malditos dois meses se passaram. Foi muito complicado, como previsto. Mas, até que o desenrolar conturbado se resolveu em um contexto mais otimista. Garota, ok. Não foi o resultado desejado mas foi uma total evolução. Férias, ok. Grana, ok. Trampo, not ok, foi o pior aspecto junto com as drogas.

Esses dois fantasmas já conheço e deixei que voltassem. Pelo menos não foi tão intenso ou ruim quanto outras vezes, mas evidenciam a falta de controle que tenho quando as mulheres me deixam na merda.

Fico achando que depois do ano de 2014, em que tive momentos de absoluta glória, talvez tenha que rolar algum tipo de equilíbrio cósmico, pra eu não achar que sou o iluminado.

Não consigo pegar o ódio e transformar em algo que me movimente. O ódio me paralisa, me faz ter pensamentos turvos, que se agravam com as drogas, alimentadas pelo mesmo ódio.

Tô fudido na mão de mulher. Uma fraqueza imperdoável.






quarta-feira, 25 de maio de 2016

a decisão

A decisão normalmente é fácil, rápida, simples e bêbada. Mas hoje eu pensei bastante e deixei pra decidir no último segundo, mas... a conclusão foi a mesma. Droga pra dentro. Depois de um dia merda, completamente merda e de ter a inexorável certeza de que isso ainda vai durar exatos dois meses, a decisão, creio, foi acertada.

Dois meses. Aguenta firme.

sábado, 14 de maio de 2016

back to the moment

E aqui estamos novamente. De volta onde tudo começou. Drogado, broken hearted. Me tornei tudo o que eu queria ser desde adolescente: um rockeiro decadente. Sexo, drogas, zero rock n roll.

Venha chupar o meu pau e se drogar comigo até amanhecer. Minha casa tem uma bela vista, umas guitarras bonitas e uma mesa de vidro pra você cheirar cocaína. Minha cama king size tem colchão com molas ensacadas e pilow top, pra você me cavalgar até as minhas costas me matarem.

Todos seremos eternamente magros, porque a grana do almoço foi pra droga e você não precisa comer enquanto eu te como. Precisa engolir alguma coisa? Ahh... Já sabe, né?

É tão fácil, fácil.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

O mais XXXI

Era tão punheteiro, mas tão punheteiro, que pagou 15 conto no NET Now só pra bater uma bronha.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Porra Sasha!! Si fuder ô caralho!!

Caralho, Sasha é foda mesmo, como toda mina gostosa o é. Aproximadamente uma semana após me dar um toco estratosférico (e fiquei sabendo que ela tá dando geral, sem discriminação de cor, etnia ou formação sócio-culultural), e me vem de gracinha. Eu meio que tava evitando falar com ela por causa do toco né, posso ser um completo imbecil por vezes, mas uma certa dose de simancol eu possuo, então, tava na minha de boa, mas como toda gostosa que tá sacando que o cara quer enfiar a piroca nela não pode deixar barato, não demorou muito a começar de novo com a palhaçada.

Fui no gabinete do chefe arranjar umas paradas e ela tava lá conversando com a secretária coroa que só fala de sexo, paradas resolvidas, botei um café na xícara e a secretaria começa a soltar: Sasha disse que tava precisando de dinheiro e eu falei pra ela vender o corpitxo. Só tem um problema, ela quer vender pra um cara só. Falei na lata que se ela não arrumasse um velho rico que esse plano não ia dar certo, daí ela responde: Mas não quero muito não, só um dinheiro pra viajar e tals porque tá faltando. Eis que a outra secretária vira e fala: É, umas viagens pra Paris, uns brilhantes de presete, casaco de peles, etc. Vai lá Mr. Sweet, proporciona isso pra Sasha! Porra, não sou rico e já disse logo que essa parada não rolava, mas Sasha respondeu: Não precisa ser uma viagem toda vez que rola sexo, pode ser uma vez por ano que tá de boa, desde que seja uma boa viagem. A conversa evoluiu e eu disse que quando tivesse ganhando mais não teria problema algum em fazer isso, mas Sasha já disparou que melhor não, por poder se apaixonar. Pensei logo e falei que apaixonar de cú era rola, ia ser só sexo mesmo, depois era valeu brother e bye bye, tipo uma vez por mês, uma putaria garantida e tals. A secretaria já achou logo ruim reclamando: Uma vez por mês é muito pouco!! Mas pra que eu vou querer mais? Pra isso tem a oficial, ela ganha várias vezes ao mês. Sasha seria só a putaria mesmo, e ainda fui além dizendo que se ela quisesse podia fazer esse esquema com mais um ou dois que não teria problema nenhum. A secretaria encheu o saco dizendo que eu teria ciúmes. Que ciúmes o que, só quero dar umas rolada nessa gostosa, a gente nem combina em nada (talvez no sexo, mas pra isso tem que tirar a prova)!

No fim deu pra perceber que ela ficou pensativa, mas na verdade eu sei qual é o esquema dela. Ela queria é que eu tirasse minha mina de campo pra virar dondoca e ser sustentada por mim. Ela nem deve gostar tanto assim de rola, acho que o esquema dela é mais grana mesmo, rola fica em segundo plano.

Maldita gostosa!!

Bem que Jennifer podia aparecer e me dar, aquela única vez foi meio sem graça...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Sex issue pt2

Blza... agora dá pra escrever.

Quero ver alguém tentar ficar sem fazer sexo. Tente. QUEM TENTARIA??? É possível? É, mas é uma missão impossível. Possível para IMF... só pra lembrar da série do Tom Cruise-Credo

Começo pelos fator intrínseco ao ser humano. Sexo é droga. Definitivamente. Sua consciência não quer, mas a inconsciência te domina e controla suas ações. Começarás a pensar em sexo incontrolavelmente, buscarás, fugirás e não saberás o que fazer. Sem que você note, já está armando uma foda pra daqui a pouco.

Fatores extrínsecos. A não ser que vc seja um eremita, a não ser que vc tenha um álibi, a não ser que vc tenha uma anomalia que o classifique com um freak show ou que você não conte com a inspiração e força divina é humanamente impossível fugir do sexo. Nessas horas não há amizades, coleguismo e nem porra nenhuma. Só uma fodinha... que mal tem? Posso tentar ser uma pessoa reclusa, fugir da cidade e ir para algum lugar... não importa... o sexo estará me esperando. Mesmo face a face com o sexo, utilizando-me de todos os meus artefatos para que eu me livre, dentre eles a escrotidão sem censuras, não serão o suficiente e o predador, ultimo da cadeia alimentar, irá consumar o fato. Afinal, este que vos escreve é um macho clássico.

Deveria antes disso, explicar pq ficar sem sexo. Por todos os motivos emocionais e sensoriais que o jejum de sexo é capaz de proporcionar. Em qualquer cultura você acha as mesmas respostas, então é um ponto pacifico. Além disso, sair comendo geral vai me atrapalhar na minha auto análise quanto a minha capacidade de ter uma pessoa exclusivamente. Hoje acho difícil. Sei que a oferta de sexo ajuda nisso. Sei também que sem essa oferta de sexo minha auto estima também não estaria boa...é uma equação difícil de se resolver.

Escrevendo e concluindo o texto... voltando... Sexo é droga. E se eu efetivamente substituísse sexo por qualquer outra droga? Não daria certo... atrapalharia as minhas razões.

Mais que isso... vira uma oração...encerro por aqui.

Sex issue

...escrevendo isso... e lidando com isso ao mesmo tempo... só um momento...

Foda-se...impossível escrever... não tenho como me concentrar no texto com o zap explodindo em mensagens privadas sobre esse tópico. Porra.

Depois volto.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Tocoooooooooooooooooooooo

Pois é, era inevitável chegar junto de Sasha, e acabou acontecendo de um jeito bem tosco, via zapzap.

Antes de ontem eu havia enchido a lata fortemente com um colega de trabalho, pouco após ver minha ex-namorada puta (e não a ex-namorada que exerce como profissão a prostituição) grávida ao lado do corno-pé-de-pano, tive que tomar umas para esquecer a cena. Claro, que o brother com quem eu tomei umas era do trabalho e me convenceu de que Sasha queria me dar.

No dia seguinte não hesitei, mandei logo a mensagem perguntando se ela gostaria de ser minha despedida de solteiro (já que estou prestes a me casar) e ela, após responder de forma amigável dizendo que eu era muito espertinho, disse-se "ofendida", putz, que toco. Pedi desculpas e pensei, engraçado, quando uma mulher quer apenas dar pra um cara ele não se sente ofendido, se ele não quer desconversa até ela se tocar (ou simplesmente diz não), ou então apenas come, não fica com esses falsos moralismos, mas mina é tudo assim, se ofende com qualquer merda mesmo. Enfim, acho que agora vou ficar na minha e evitar encontrar Sasha por ai...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Sasha... Owwwwww Sasha...

Faz um tempo que não escrevo sobre Sasha, mas isso não significa que nada mais ocorreu entre nós, muito pelo contrário. De lá pra cá já rolaram alguns happy hours com ambos presentes, um happy hour com apenas nós dois, ela se separou, e cada dia que passa fica mais gostosa. Mas... Bem, mas minha mina conheceu ela um dia desses e percebeu, virou na minha cara e disse: "Olha Mr. Sweet, aquela Sasha tem cara de sonsa mas não é não, acho que ela não tem coragem de se oferecer para você, mas se você fizer qualquer gracinha acho que ela te dá!". Fiquei sem graça na hora e confirmei, acredito que ela me dá mesmo, por isso tenho me comportado mais que o normal.

O mais excroto é que minha mina não sabe de um décimo das conversas que rolam entre eu e Sasha, se ela soubesse veria que não somente Sasha me daria, mas o desempenho seria de uma atriz pornô, com direito a anal e gozadas fartas na cara (de preferência de óculos).

Foda, a vontade de enrabar a Sasha tá enorme. Mas, a vontade de enrabar o mundo continua a mesma. No fim das contas vou acabar não comendo porque vai dar merda se o fizer. Mas que dá uma baita vontade, isso dá!! Gostosa maldita!!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Enfia os dedos no cu e rasga

A despeito da mensagem anterior do Sr. Mr., o mundo não é assim pra mim não. Talvez até seja mesmo, mas não percebo assim. Percebo melhor qdo estou bêbado.
Depois de ânus sem escrever, volto justamente para provar o contrário e não fui motivado pela mensagem do Sweet...foi pura coincidência.

Sinceramente, não lembro qual foi a ultima vez que tomei um toco de uma mina. Tomei um esse nesse domingo. Não que isso seja totalmente desesperador... mas porra... de mulher feia é foda. Tomei toco de mulher feia.

A mulher me passa a semana inteira enviando mensagens e fotos provocativas. Na hora do vamo ver, cadê? Disse que quer conversar comigo pessoalmente....

Algo está errado. To aqui elencando as hipóteses:

1. Lembrei que todo dezembro tenho a expectativa que o anus vindouro vou ficar totalmente sem mulher. Ano passado cheguei a comentar isso com os demais Cabeças que realmente toda possibilidade de mulher tinha se acabado. Apesar de estar convicto desta sensação, isso não aconteceu. Pode ser que o fato desse fds seja um prenuncio de que 2016 será um deserto.
2. Equilíbrio da natureza. Comi uma sexta, outra sábado. Tá bom né? Pra mim tá ótimo. Não sei pq fui inventar de querer pegar outra no domingo.
3. Troco. No mesmo dia, eu havia dado um toco em uma mina bem mais gata. Ah... sábado também.... sexta também...





sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Um dia na pele de Metal Mohammed

A vida é mesmo uma comédia. Faz um tempo que resolvi virar um marombeiro tipo o Metal, tá certo que ao contrário do que muitos pensam, não é em três meses ou menos (como anuncia aquela revista de viado, Men's Health) que você vai virar o cara mais gostoso do Universo, já estou há praticamente um ano e os resultados são modestos (apesar de eu estar gostando), ainda mais quando a pessoa vive no sexo, drogas e rock n' roll.

Entretanto, hoje foi diferente. Estava eu lá na academia como sempre, com minha blusa de metaleiro antissocial como sempre, com meu fone de ouvido escutando metal no talo como sempre, enfim, do mesmo jeito que estou todos os dias. Mas algo aconteceu de diferente que não sei explicar, mas que tentarei descrever.

Assim que subi na esteira para aquela caminhada pau no cu de aquecimento olhei pra frente, a professora loira, magrinha e bunduda estava na fila da frente auxiliando uma aluna, de repente, quando olhei pro espelho, lá estava ela me encarando sinistramente, tentei disfarçar e olhar pra baixo e quando olhei de volta ela ainda me encarava. De repente uma rabuda chegou e começou a correr na esteira do meu lado. Do ângulo que ela estava não dava pra ver no espelho, mas percebi os feromônios no ar que ela tava ali porque tava com tesão. Tentei me recompor e ao terminar fui no vestiário dar um mijão, na volta, a mina mais gata de toda academia me da um esbarrão na escada, pedi desculpas (e ela também) e fui malhar.

Sério, hoje eu senti exatamente o que é estar na pele do Metal, com todo o Universo feminino querendo me dar simultaneamente. Oh yeah!!

terça-feira, 14 de julho de 2015

Sasha, Maldita Gostosa!!

Sasha está toda desconfiada que quero comê-la. Tá certa, quero mesmo, e acho que ela vai se fazer de difícil. Foda isso, essas minas que casam novas e daí ficam querendo dar mas não liberam. Por que casou cedo então maldita gostosa?! PQP!!

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Jeniffer!!!!

Onde foi para você minha querida leitora e admiradora Jeniffer??

Não sei porque me deu uma vontade louca de transar contigo novamente...

Mas... Fazer o que né? Me matar na punheta é o jeito!!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Criatividade

Bem, ando sem criatividade pra escrever merda no Blog. Mas sempre tô por aqui.

Abraço, valeu... FUI!!!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Ela disse...

...que eu sou cheiroso!! (isso depois de outras dizerem que eu estou em forma e esbelto). Será que ela quer me dar?

Owwwww my...

quarta-feira, 10 de junho de 2015

A Licença Gala

Hoje recebemos a dúvida de um leitor assíduo do blog com o seguinte questionamento: "Cabeças, o que é "licença gala" e para que ela serve? PS: quem sabe um dia eu como geral assim como vocês! Abraços, Damian".

Meu caro Damian, como servidor público de alto escalão que sou, ganhando 28 mil mais a comissão de chefia que executo (por ser pica grossa) de 10 mil, posso te responder a questão pautado no meu vasto conhecimento do assunto. Licença gala é a licença a qual todo trabalhador tem direito apenas para dar uma gozada em grande estilo. Ou seja, quando o sujeito se casa ele tem direito a gozar 3 dias (caso seja contratado em regime de CLT) e  8 dias (no caso de servidor público). Em resumo, você se casa e fica uns dias só trepando com a esposa.

Vale lembrar que aqueles que, assim como os Cabeças, costumam estar com a gala rala (por trepar demais), um interstício de umas 2 semanas para a licença gala é fundamental para ela fazer jus ao seu nome.

Mandem suas duvidas para duascabezas@gmail.com que teremos o maior prazer em responder. É isso aí, e até a próxima!! ;)

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Gourmet de Cú é Rola!!!

Que o ser humano é idiota e não serve pra porra nenhuma, todos nós já sabemos, afinal de contas vivemos apregoando essa máxima no blog sempre que possível. Ainda bem que moramos na periferia da Via Láctea, o que deve corresponder à Águas Lindas do Universo, talvez por isso que a raça mais desenvolvida por aqui seja tão idiota.

Hoje em dia tá a maior modinha (e tudo que é modinha é coisa de retardado que não valoriza sua grana, ou que quer aparecer pintando de "rycasso") comer em lugar "gourmet", mas afinal de contas, que diabos é comida gourmet? O "Duas Cabezas³" foi atrás e descobriu que isso não é nada, é apenas um jeito malandro de arrancar a grana do teu bolso!

A modernidade sempre comeu hambúrguer, salsicha e qualquer porcaria feita para se reaproveitar os restos que seriam jogados fora. Mas o que acontece quando um empresário malandro, afim de ganhar mais inventa de dizer que o burgão que ele vende na sua carrocinha agora é chamado de "Hambúrguer de Picanha com 400g, complementado com fatias de diferentes safras de alfaces selecionadas dos tipos americana, crespa e frisada, com tomates secos fresquinhos, duas fatias de queijo goudá e o delicioso e secreto molho do chef. Abobrinha" e vendido com exclusividade nos nossos Food Trucks? Acontece que magicamente, o burgão (que é o mesmo que ele vendia antes de falir na sua carrocinha, que recebeu uma pintura nova e alguns detalhes para ficar "modernosa") que custava R$4,99 passa a custar R$19,99 e um saraivada de pseudointelectuais de merda criados no todynho (e que provavelmente se sustentam com dinheiro dos pais) e pseudocults imbecis que fizeram faculdade pública e são de esquerda (por mais que não entendam que porra será que isso significa) passam a frequentar o estabelecimento que antes achavam o Ó. Com isso o dono fica rico e você, pessoa normal que tá cagando e andando pra essas modinhas imbecis, perde um lugar pra comer.

É importante ressaltar que todo o cardápio do cara passa a ter essas descrições, e se brincar, até na Coca-Cola ele dá um jeito de gourmetizar com um nome mágico que a faça sair de R$2,00 para uns R$10,00, e no fim das contas, a comida continua sendo a mesma, pois o hambúrguer de picanha, provavelmente é feito com a mesma carne moída que ele utilizava antes, a alface e os tomates são os mesmos, no máximo ele realmente compra o tal queijo goudá só pra não ficar cara de pau de mais e o "molho secreto do chef. Abobrinha" é só maionese mesmo (ou alguma mistura de maionese com ketshup e mostarda).

Enfim, eu não caio nessa, mesmo ganhando 40 mil por mês. Afinal de contas meu salário já tá todo comprometido com birita e putas, e o bom de puta é que você não precisa fingir que é legal levando nesses lugares aí, da modinha.


quinta-feira, 28 de maio de 2015

Cabeças Quiz

O que é "tunica albuginea"?

Nada de olhar no Google, hein?

A Loira e o Zela

Final de semana foi de aula, pós-graduação com uma turma bem idiota e cheia de gente burra, tipo, burra mesmo, daqueles que não entendem nada de porra nenhuma. Também, o tipo de pós não ajuda, é daquelas de pedreiro, como bem definiu o Metal em conversa via whatsapp. Claro que há exceções (poucas e raras), e por incrível que pareça, uma delas é uma loira fenomenal, de uns 1,80m, gata, gostosa e mais inteligente que a média da turma INTEIRA. Muito bizarro isso.

Claro que além de ter a loira fenomenal (e é engraçado como têm mulheres gatas em todas as turmas, na minha e nas outras quando tenho que repor alguma matéria), tem o zela, aquele tipo esquisito, que falta inteligência, mas sobra em malandragem, se acha o gostosão e sempre pensa que tá arrasando, mas a maioria das pessoas não gosta dele e o acha um completo imbecil.

Então o que aconteceu no final de semana foi inacreditável. Durante toda aula o zela chegou incansavelmente na loira, e com vontade e força. Fiquei só olhando de longe, já que havia tentado, sem sucesso, um approach na gostosa umas semanas antes. Eu já sabia de antemão que ela, além de casada com um pica das galáxias empresário e cargo de chefia alto no governo, ela acabou de ser mãe, ou seja, not available at the moment. Mas isso não impediu o zela de tentar, se esforçar, se desdobrar de tanto chegar junto do monumento.

Claro que não deu em porra nenhuma as investidas dele. E ela até que foi simpática comigo (porque ficou na dúvida se eu tinha chegado nela semanas atrás ou se era apenas um cara simpático sendo amigável, lógico que como sou malandro, deixei ela ficar com a segunda hipótese, apesar de ter chegado junto sim), mas sei que se for pra tentar algo naquelas redondezas ali, o jeito é esperar. Esperar o maridão ficar velho e broxa (e quem sabe falir) e ela continuar se cuidando e sendo gostosa, aí, quando a relação estiver frágil, é só cair matando. Enquanto isso o zela vai bater muita bronha pensando na loira...

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Two Heads Style: Jair Bolsonaro

É impressionante como ainda não colocamos a maior personalidade cabeciana no "Two Heads Style", pois não existe cabeça maior no Brasil que Jair Bolsonaro.

Como é impossível escolher apenas um único momento onde Bolsonaro foi um verdadeiro cabeça, aqui vai uma coletânea com 10 momentos imperdíveis do ídolo!!

Polêmicas de Bolsonaro

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Mais um capítulo...

Fui todo feliz pra academia hoje, já fazia mais de um mês que eu não malhava então a cada série parecia que eu ia me cagar todinho, sério, foi tenso!!

Mas o mais sinistro foi que quando cheguei na academia lá estava ela, Sasha, não sei como ela foi parar lá, estava com uma das recepcionistas (que são todas gostosas, por sinal) vendo as instalações da academia. Quando me viu abriu um sorriso de orelha a orelha e eu tratei de fazer uma piadinha (ainda mais que pela primeira vez não tinha ninguém do trabalho vendo), o foda vai ser se o chefe do DP (Departamento de Pessoal) descobrir que eu estava malhando quando deveria estar trabalhado, mas, foda-se ele, só estou na torcida para que ela vá malhar lá no mesmo horário que eu, aí meu camaradinha, fudeu geral, pois vou cair matando!!

O pior foi ficar imaginando ela de top e calça socada suada, PQP viu!!

Enquanto isso minha mina fica me xaropando, parece receita de bolo, não é mesmo??

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Spex Appeal

Para quem não sabe o que significa "Spex Appeal", é um subgênero do pornô que envolve sexo com a atriz utilizando óculos (geralmente aqueles óculos nerds de grau mesmo) e a cena é finalizada com uma gozada na armação e lentes. Confesso que não dava muita importância a esse tipo de fetiche até conhecê-la.

Faz apenas alguns meses que ela veio trampar aqui (não sei se 6 ou mais, mas é mais ou menos isso), a linda, a maravilhosa, a incrível, a deliciosa Sasha (lógico que o nome da mina não é esse e eu mudei para proteger sua privacidade, e como Sasha é nome de atriz pornô e o tópico se iniciou com uma referência ao gênero, nada mais adequado). Sasha é daquelas minas normais que se você vê na rua e não dá uma segunda olhada, mas eu simplesmente pirei nela. Ela não tem bundão, não tem peitão, não é magrinha (como é do meu gosto) e o rosto é simplesmente normal. Entretanto ela tem um charme que não sei explicar, só de olhar pra ela fico com vontade de meter no cu, sem dó, ou então de ficar a tarde inteira no motel trepando como se não houvesse amanhã (lógico, no estilo trepada de filme pornô, com muitas cuspidas, babadas, engasgadas e muita putaria).

O mais interessante é que ela (assim como sugere o título do tópico) usa um óculos de grau bem nerd, que deixa ela com cara de intelectual cult, e ao mesmo tempo um pouco idiota e ainda assim sexy, o que me faz querer gozar loucamente em cima deles (lógico que com ela usando).

O foda é que ela não faz ideia do tamanho do meu tesão (e talvez nunca fará), mas isso não me impede de ficar dando indiretas de que a acho uma gracinha. O MAIS foda ainda é que além de eu me casar esse ano, ela já é casada (o que poderia ajudar numa trepada única só pra satisfazer meus desejos libidinosos), e pra piorar tudo isso, acho que ela nem vai com a minha cara.

Porra, sabe o que me deixa mais puto disso tudo? Por que aquelas paradas de filme pornô, aquelas onde o cara vai entregar uma pizza e a mina dá pra ele, ou aquelas onde ele pega na mão da colega de trabalho do nada e a mina da pra ele, ou qualquer um desses jeitos toscos de rolar sexo em filme pornô acontecem com diversos amigos meus (incluindo Away e Metal), mas nunca acontecem comigo? O jeito vai ser ficar na bronha mesmo, já devo ter batido umas duas pensando em Sasha... oooooowwwwwww Sasha...

quarta-feira, 20 de maio de 2015

O Maníaco da Bunda!!

Não sei se é o tratamento que eu tô fazendo ou alguma conjuntura astro-carnal que tá me deixando assim, mas faz uns dias que tô tarado por bundas, não posso ver uma que já fico imaginando a cena do sexo de quatro (seja ele tradicional ou anal).

O mais incrível é que até uma secretária aqui do trabalho que já deu muito mole no passado (e eu não peguei e ela desistiu, e, na verdade, eu a achava bem feinha) já fiquei olhando pra bunda e jogando indiretas. Claro que ela ficou toda feliz de ver que eu olho pra bunda dela e achou legal, mas depois que a mina virou crente além de não querer dar arranjou um namorado só pra casar e dar (receita para o fracasso de um relacionamento, apesar do Metal discordar), afinal de contas Deus não permite fudelança antes do casório (yeah, right, like He cares about that!!).

Enfim, é só ter uma bunda minimamente adequada (nem a tiazinha feia escapou do meu olhar de desejo carnal), não necessariamente grande, pode até ser minúscula, o importante mesmo é que seja redonda, bem redonda, daquelas que a mão encaixa de maneira anatomicamente adequada ao ser apalpada, e eu já fico pensando em meter. Até mesmo quando a mina é feia eu fico pensando nisso.

Preciso comer alguém urgente!!!

terça-feira, 19 de maio de 2015

Certificada pelas Duas Cabeças Revival - 7 Anos e Meio Depois

Faz aproximadamente sete anos e meio que o Metal fez a primeira certificação das Duas Cabeças nesse conceituado blog e homenageou (não como eu e o Away costumamos homenagear) a (naquela época) Princesinha do Pop, ninguém menos que Britney Spears. Esse domingo eu estava em casa de bobeira assistindo aos Billboard Awards 2015 quando ela se apresentou ao lado de Iggy Azalea (não faço ideia de quem seja, o único Iggy que eu conheço é o Pop, só sei duas coisas, uma que eu comia também se desse mole e duas que a Britney, apesar de bem mais velha, é bem mais gata!!). Assisti a apresentação inteira com o pau na mão pensando em como Britney continuava impecavelmente gata e gostosa.

Diferentemente da apresentação mencionada em 2007 (que era um retorno dela), ela não estava gorda, não estava desengonçada e não parecia estar bêbada. Ela estava gata, gostosíssima, dançando bem (se é que isso importa) e saudável, em resumo, um verdadeiro tesão. Aos 33 anos de idade (ainda é nova pra caralho), Britney continua um mulheraço, e olha que ela tem dois filhos!! Atualmente ninguém sabe se ela está ou não comprometida, mas pouco importa para esse Cabeça aqui, se ela quiser, pode me ligar a qualquer hora que eu estarei disponível.

Em resumo, Britney continua Certificada pelas Duas Cabeças, e provavelmente continuará durante MUITO tempo, não é mesmo? Ou algum viadinho discorda?

Certificação Duas Cabeças: A única com certificação OHSAS 18001!!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Você gosta de Viper?

E aí, gosta??

Pesquisa do Mal

Termo pesquisado: bipolaridade anal
Resultados:1.710.000 em 0,52 segundos e 1 entre aspas em 0,43 (no facebook) no Google.

É incrível, eu jurava que a bipolaridade anal com certeza seria algo mais discutido do que uma "prospecção anal" (tema de nossa última pesquisa do mal), afinal de contas, não existe nada mais irritante do que um ânus bipolar, que hora quer dar e hora não, não é mesmo?

Nos resultados gerais, só apareceram coisas sobre a bipolaridade tradicional e o transtorno, nada relacionado ao ânus em si, por isso a decepção com o resultado único do termo entre aspas.

Por fim, como é de costume, os Cabeças novamente são a vanguarda de um assunto que será tema de dissertações de doutorado e pós-doutorado mundo afora, conforme o anal nosso de cada dia for ficando rarefeito e afetado pela conjuntura macroeconômica globalizada, com o declínio da produtividade e do acesso aos escoantes recursos do nosso planeta.

Conclusão: Ninguém quer saber de um ânus bipolar, afinal de contas o anal tem que estar disponível no momento que queremos.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

O mais XXX

Era tão punheteiro, mas tão punheteiro, que de tanto descabelar o palhaço precisou fazer fisioterapia para melhorar das dores provocadas pela LER/DORT (e se não melhorar vai ter que fazer cirurgia).

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Morte Metal

Irlanda: homem é assassinado a golpes de guitarra

Em Belfast, na Irlanda, Matthew Goddard, 41 anos de idade, foi encontrado morto na noite de Natal na sala de sua casa. O detalhe bizarro é que ele aparentemente foi assassinado a golpes de guitarra!
"Um dos hobbies do Sr. Goddard era tocar guitarra e acreditamos que a sua guitarra tenha sido usada ao menos durante boa parte da agressão, entretanto ainda não podemos dizer exatamente qual foi a causa de sua morte", disse uma autoridade policial.
Quatro pessoas foram detidas, sendo três homens e uma mulher, todos entre 17 e 24 anos de idade. A polícia acredita que existam drogas envolvidas, mas não sabe o motivo do crime.
Uma matéria televisiva (em inglês) pode ser vista no link abaixo.
http://www.u.tv/News/Christmas-Eve-death-was-murder/0244b09c...
Imagem


Fonte: Irlanda: homem é assassinado a golpes de guitarra http://whiplash.net/materias/news_808/216150-tabloide.html#ixzz3NInde3PC

sábado, 20 de dezembro de 2014

Elvis is Not Dead!!

Mr. Sweet: quero uma putaaaaaaaaaaaa!

Away - i do not

Metal Mohammed: Eu acho que nao funciona os 3 escrevendo... melhor ao vivo...

Mr. Sweet: vou dar um rolé na asa norte, o foda vai ser confundir travesti com puta... mas tô bebaço!! O puto do dono do blog esqueceu a senha, por isso tá todo mundo postando na senha do Metal.

8h depois... foda-se.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

O Jack Natalino!!

Mais um ano chega a seu inevitável fim, e com ele a tradicional comemoração natalina dos Cabeças. Apesar de ter sido um ano de poucas postagens, não foi um ano parado, muito pelo contrário, mas, vou deixar esse assunto para uma retrospectiva após dia 25, pois tudo que importa nesse exato momento é a tradicional comemoração de natal cabeciana. Mais uma vez os clássicos estarão presentes, como o Megadeth a ser escutado, o Cenourão presente para filar o scotch (que esse ano não será scotch), eu dizendo que bebi mais que todos sendo que provavelmente terei bebido a mesma quantidade e os papos sobre música, putas, anal e ao final da noite Metal Mohammed e Away filosofando até a madrugada enquanto eu fico desesperado querendo comer uma puta. Ahhhhhhh, a tão importante tradição...
Neste ano haverá uma mudança na tradicional bebida escocesa pela variante americana pois em uma viagem a terra do Tio Sam eu trouxe uma garrafa personalizada para a ocasião, e nada melhor do que utilizá-la para celebrar a amizade que já perdura, ao menos, a 14 anos (não temos certeza de quando a tradição começou).
Confesso que 2014 foi bem mais divertido que 2013 no front dos Cabeças, o que me enche de orgulho desses filhos da puta que chamo de meus melhores amigos!!

Evento: Scotch (Jack Daniel's Single Barrel) Natalino dos Cabeças
Quando: 19/12/2014
Onde: Casa do Metal Mohammed (pelo último ano, já que ele vai se mudar)
O que levar: sua vontade de encher a cara

Merry Christmas to All!!!! Ho... Ho... Ho...
And a Happy Anal Year!!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Carrim de mão... Pá pá!!

Realizar viagens com os cabeças é sempre um momento único, épico, mágico que une os cabeças durante uns dias em um ideal comum, nesse caso, curtir as férias. Como sempre tem um de nós que "dá pra trás", desta vez o Away não quis ir, veio com uma desculpa gay que tinha que ir pro metal (isso mesmo, com letra minúscula, da música heavy metal). Claro que desejamos a ele que o metal fosse um lixo e ele se arrependesse amargamente de não ter viajado (e claro, foi o que aconteceu).

Fomos para o interior do estado do Rio de Janeiro, região dos lagos, numa pequena vila charmosa e agradável, altamente hippie, um lugar pra fumar maconha e ficar bem doidão. Durante dois dias e meio eu e Metal bebemos, conversamos sobre música e anal e ficamos doidões em cima de uma pedra na beira da praia (existe coisa mais hippie?). Claro que nos seus devaneios, Metal achou que a dona da pousada estava dando mole pra ele (não estava, quando ele a convidou pra jantar, tomou um toco).

Mas o momento alto da viagem foi mesmo passear de barquinho pelo litoral, ouvindo clássicos inigualáveis da MPB, como por exemplo: "Na Manteiga", "Ai Se Eu Te Pego", "Vem Dançar Kuduro", entre outras excelentes músicas. Quase nos jogamos ao mar de tanta alegria!! NOT!!

Enfim, recomendo uma viagem com seus amigos e aí vai uma amostra do que foi essa excelente viagem!!


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Anal

Sim, o título foi proposital para atrair a atenção dos nossos ávidos leitores (tá certo que quase ninguém mais entra aqui, mas, não custa nada tentar chamar a atenção de uns poucos).

Acordei hoje com vontade de escrever, mas, escrever sobre o que? As puta já são um tema altamente ultrapassado no nosso convívio bloguístico, e atualmente o que importa é só uma coisa, o anal nosso de cada dia, não é mesmo?

Ao falar sobre isso me lembro da jovem Jennifer, uma das fãs do blog que um dia se aventurou a sair com o Mr. Sweet aqui. A saída não foi lá grandes coisas pois eu estava querendo ser gentil e "bom menino" e ela ficou bêbada. Gostaria de poder voltar no tempo e fazer novamente, pois várias das coisas prometidas não foram feitas, inclusive o anal. Uma pena, estou precisando de um anal por esses dias.

E aí Away como anda seu anal?

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Hippie Kotzen

"Não Sweet, o Richie não é hippie!!" (frase proferida por Metal e Away)

Realmente, ele não é hippie, vocês estão certíssimos eu assumo...



Imagina se fosse!!!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O mais XXIX

Era tão punheteiro, mas tão punheteiro, que viajando com o Metal, bateu uma bronha em silêncio no outro andar do quarto porque não aguentou esperar até o dia seguinte.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Pesquisa do Mal

Termo pesquisado: prospecção anal
Resultados: 396.000 em 0,45 segundos e 3 entre aspas em 0,24 segundos no Google

Numa conversa animada entre os cabeças em uma tarde de quinta-feira fazendo um tour por diversos botecos da cidade, eis que o termo surgiu e logo a vontade de fazer uma pesquisa. Os resultados foram poucos porém altamente reveladores, dos quais eu destaco a seguinte pérola retirada de um de nossos sites preferidos (o gpguia) diretamente de João Pessoa/PB: "Como na contratação dos serviços não descemos a detalhes, houve relutância dela em aceitar os meus termos, até que, munido dos meus recentes exames de sangue e cartão de vacina a convenci de entregar-se a mim de corpo, coração e alma... Namoramos, namoramos e namoramos... Enfim, chegou a hora de penetrá-la fundo pra sentir o que é que a pernambucana tem. Um prazeroso contato até que, numa pausa para acomodações, o látex exibiu a prova de que a moça não era anêmica, batizando a cena com o tom vermelho vivo do sangue. Sabrina estava menstruada... Sem desespero contornei a situação e, como forma de compensar o desastre, Sabrina concordou em utilizar a entrada de serviços para saciar o meu apetite de leão. Apertadíssima, tentei de todas as formas fazer com que parte de mim desaparecesse pra dentro dos seus intestinos. Ela me confessou que precisava de um homem experiente como eu para fazê-la completamente mulher. Porém esse propósito demandaria tempo, e nós não tínhamos. Esgotadas todas as possibilidades da prospecção anal - que foi uma luta de bravos tentando o caminho da felicidade - ao trocar o preservativo deixei que a minha sonda penetrasse os caminhos já abertos, tendo esse ato me garantido um prazer de imensurável valor." 

Confesso que não entendi se houve a prospecção ou não, pelo visto, não...


Conclusão: apesar de poucos falarem sobre isso na internet, todo mundo quer mesmo é fazer uma prospecção anal.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Let's make it global...

Yesterday all the Heads were present at Away's home for the, now common, social gathering. Metal Mohammed made a request that all the future posts should be written in English. Since he's the owner of the blog I have nothing else to do but comply to his wish.

So, let's make the blog global (maybe then we may finally earn some money by doing this shit for so many years).

Cheers

terça-feira, 18 de março de 2014

I Am The King!!


Tá certo que o título lembra a célebre frase do comediante Mel Brooks no filme "A História do Mundo - Parte 1", quando utilizava-se do fato de ser rei para se aproveitar sexualmente das mulheres que estavam em sua presença ("It's good to be the king!"), mas não pude evitar, afinal de contas é um clássico e pouca coisa mudou no mundo desde 1981, na realidade pouca coisa mudou no mundo desde a Revolução Francesa, os que têm poder continuam utilizando-o para fuder geral, no fim das contas comer todo mundo (ou pelo menos a tentativa de se comer todo mundo) sempre moveu o mundo, e provavelmente sempre o moverá.

Mas o que isso tem a ver com o show do Avenged Sevenfold que aconteceu em Brasília dia 16 de março de 2014 e é o objeto desse post, Mr Sweet? Eu digo tudo! Afinal de contas pra quê alguém monta uma banda para atingir sucesso mundial senão comer geral?!

O show foi no Ginásio Nilson Nelson em Brasília, e atrasou cerca de meia hora, não estava cheio como o do Ozzy, mas também, tem um monte de mêtchaleiro coroa que nem se dá ao trabalho de ouvir os caras, afinal de contas eles tem um visual meio emo e surgiram depois de 1986, e todo mundo que surgiu depois dessa época não presta, não é mesmo meus caros mêtchaleiros?!

Mesmo assim acho que tinha uma molecada suficiente para um bom espetáculo. Eu, do auge de meus 36 anos, me senti o tiozão do lugar, fora alguns mais velhos que estavam lá somente para acompanhar seus filhos e, principalmente, filhas. Havia altas gatinhas no ambiente (inclusive voaram alguns soutiens no palco) e toda vez que mostrava o Axl N' Roses no telão (propaganda do show de 25 de março) algumas pessoas ensaiavam uma vaia.

Como não conheço muito da banda não posso falar do setlist propriamente dito, mas garanto, os caras são bons e não ficam devendo nada a bandas mais renomadas como Metallica e Iron Maiden. Excelentes musicalmente e com composições sólidas, levaram o público adolescente a loucura, inclusive com várias rodinhas e bateção de cabeça generalizada, algo que está se tornando raro em shows onde predominam coroas sedentários como eu.

Destaque especial para as músicas "Hail to the King" e "Nightmare" que levaram o público ao êxtase. O vocalista M. Shadows canta pra caralho, mas não disfarça sua adoração por Corey Taylor (Slipknot e Stone Sour), utilizando o mesmo corte de cabelo, roupas semelhantes e provavelmente a mesma bomba. O Guitarrista Synyster Gates toca muito, mas é extremamente apático e precisa de um coach do estilo Jack Black em Escola do Rock para aprender técnicas básicas de como se portar num palco (pode ser Tenacious D and the Pick of Destiny também). O baterista (que não sei o nome) também é um monstro e os outros seguram a onda legal, o show vale a pena.

Mais uma vez o único cabeça presente fui eu e pelo andar da carruagem será assim até o fim dos tempos. Até o Metallica By Request dia 22 em SP!

Hail to the King!!

Setlist:
01. Shepherd of Fire
02. Critical Acclaim
03. Welcome to the Family
04. Hail to the King
05. Doing Time
06. Buried Alive
07. Seize the Day
08. Nightmare
09. Eternal Rest
10. Synyster Gates Guitar Solo
11. Afterlife
12. This Means War
13. Almost Easy
———–BIS———–
14. Unholy Confessions
15. A Little Piece of Heaven

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Have a Platinum Label Christmas!!

É chegado aquele momento especial do ano, aquele momento especial aguardado desde que o outro findou (e nos recuperamos da ressaca infinita), aquele momento de júbilo e confraternização fraternal dos cabeças, e esse ano promete ser um... um... um dos piores!!

Cada dia que passa fico mais puto com o nosso amigo Metal, não bastasse fazer voto de castidade (que porra é essa?? Como um cabeça ousa sequer pensar nisso!!) já informou a cúpula que "talvez não possa beber o scotch" e ainda fica com medo de que o Platinum que comprei no Duty Free de Guarulhos tenha gosto de "Velho Barreiro", PORRA, VAI SE FUDER!! Ano passado o ridículo não bebeu sequer um copo, e fez com que eu e o Away ficássemos completamente mongóis, pois tivemos que dar conta da garrafa inteira, pois quando Cenoura chegou ela já estava no final!!

Enfim, como esperança é a última que morre (por isso nunca se case com uma mulher cuja mãe possui esse nome ou qualquer de suas variantes internacionais - Hope, por exemplo) acredito que um raio pode cair e afetar o julgamento do nosso querido amigo e ele volte a ser a pessoa que era antes de seu casamento falido.

Não poderia deixar de mencionar que os clássicos estarão presentes, Cenoura, Megadeth, Metallica, Pantera, eu dizendo que bebi mais que todos, e o já consagrado "post bêbado de todos os cabeças" surgido em 2010, entre outros clássicos natalinos.

Como natal é um tempo de confraternização, eu desejo toda felicidade do mundo nessa noite mágica aos nossos leitores e leitoras, bem como ao movimento LGBT e aos negros, índios e evangélicos de todo mundo, também aos beneficiários do bolsa família e de qualquer outra esmola do governo (tenho que ser politicamente correto, será que esqueci alguma minoria?). Muito anal, muita alegria, birita, e que os laços da amizade verdadeira (mesmo quando seu amigo querido se transforma em um completo imbecil) continuem infinitamente. É o desejo de todos os Cabeças...

Merry Christmas!!! Ho... Ho... Ho...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Vai wants some Cupcake, and we want it too!! (10/12/2013)


Confesso que não curto muito essas ondas de guitarristas nerds que tocam pra caralho e a música não tem vocal, é meio chato e não tenho muita paciência, por isso tinha resolvido que não iria ao show do "Steve Vai" em Brasília, afinal de contas, não conheço nada do cara a não ser "For the Love of God", mas, faltando um dia pro show o Away disse que tinha um brother vendendo um ingresso pelo preço original, pensei e decidi ir.

Show de guitar nerds é legal porque dá pra curtir sentado, sem ficar cansado nem se cotovelando com um monte de macho fedido, e esse não seria diferente, afinal de contas foi no Teatro Nacional de Brasília. Chegando lá a cena não tinha como ser diferente, diversos nerds com suas "Jems" tentando um autógrafo de seu deus particular, claro que nenhum deles conseguiu, afinal de contas ele não é Richie Kotzen, ele é Steve Vai, shit!

O show em si foi legal, a cada música ele trocava de guitarra e demonstrava toda sua proficiência no instrumento, bem divertido e tudo mais, mas o ápice do show foi quanto ele escolheu duas pessoas para subir no palco, uma mina gostosa (a qual ele apelidou de Cupcake) e um zé ruela qualquer (que tava na cara que só tocava puheta e por isso não iria pedir pra dar uma canja, por isso nosso amigo Away não tinha a menor chance de ser chamado, o foda é que esse mané estudou comigo, era aquele cara que de tão chato no colégio não tinha nenhum amigo). Fizeram uma música de improviso que ficou uma bosta, mas o melhor foi que descobrimos o desejo secreto de toda mulher, mas pra saber vá a um show do Vai.

Depois disso ele tocou "For the Love of God" e a platéia toda ficou em pé para assistir. Depois disso ele voltou pro BIS e encoxou Cupcake de jeito (botou a guitarra ao redor dela e ficou tocando por trás enquanto roçava a piroca na bunda dela), momento épico!

O show valeu a pena e o gringo parece ter gostado da platéia, sugeriu a vinda do G3 a Brasília, o que seria legal, pena que mais uma vez apenas dois cabeças estavam presentes, pois o Metal anda cada dia mais antissocial.

"til next... with love...

PS.: hora de bater uma bronha pra Cupcake....

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O maniaco do bola!!

Putz, tá foda, em todo lugar que eu tô que tem uma mina minimamente apresentável eu já fico pensando, ela bem que podia estar chupando meu pau! E ainda fico imaginando a cena. MANÍACO!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Repensando a vida...

Dizem que quando fazemos aniversário é o momento ideal para se repensar a vida, aos 36 anos de idade eu não ia fazer isso, não fosse o acontecimento do final de semana.

Sexta-feira resolvi começar as comemorações por conta própria, e com minha namorada tendo que participar de um evento do trabalho eu saí em busca de uma puta. Encontrei uma loira e fiz o abate. Até aí tudo normal, o repensar começou no dia seguinte, quando minha namorada encontrou dois fios de cabelo da loira no meu carro. A justificativa foi simples, já que eu não lavo o carro por dentro a mais de um mês, entretanto ela ficou com a pulga atrás da orelha de qualquer jeito.

Depois disso as coisas só foram ficando mais complexas... ao longo das comemorações com amigos das antigas no sábado algo fugiu completamente de controle! Algo que eu nunca imaginaria que podia acontecer. Uma amiga da adolescência parecia estar dando mole, realmente aquilo parecia estar acontecendo e eu, bêbado, não fazia a menor ideia de como proceder.

Ao longo da noite a coisa só piorou pois minha namorada pegou no sono e eu fiquei a sós com a amiga, que, diga-se de passagem eu já queria fazia uns bons anos, o problema é que ela é casada! Mas não teve jeito, ao longo da noite a gente acabou se pegando, e só não aconteceu mais pois estávamos numa situação bem arriscada.

Por fim fiquei pensativo se é isso que eu quero da minha vida... pelo momento percebi que não, vou dar uma parada nesse esquema de puta, e espero que a única traição de fato na minha conta seja essa, pois minha namorada é uma pessoa fantástica que não merece isso... sei lá...

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Darwin...

...deve estar rindo no túmulo neste exato momento... (link da reportagem no título)

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Pesquisa do mal

Termo pesquisado: gala em dia
Resultados: 333 entre aspas (metade do 666) em 0,24 segundos no Google

O intuito da pesquisa surgiu da separação de um amigo meu e o fato dele ser Pernambucano. Todo mundo que se separa tem a obrigação de colocar a gala em dia o mais rápido possível, por risco de ter o cérebro invadido por porra ressecada.

Os resultados não poderiam ser mais decepcionantes, ou falam sobre futebol (aparentemente gala e futebol possuem alguma relação) ou então de homens considerados exemplos de beleza (galãs), o Google é burro e não entende que a ausência do sinal de nasalização modifica completamente o significado da palavra.

Nota especial para a presença do blog como terceiro link na segunda página, quando nosso tão querido Away disse que eu estava muito comédia, portanto deveria estar com a "gala em dia"

Conclusão: a humanidade não anda se preocupando em botar a gala em dia, motivo este que deve estar gerando tantas manifestações mundo afora.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Chefe Babaca é Pleonasmo??

Então, hoje eu queria que minha chefe tivesse um AVC, detesto trabalhar com pessoas com o QI menor que o do Forrest Gump. Fucking fucking fuck job!!!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Duas Cabeças Contrata

Devido a recentes acontecimentos no mundo cabeciano estamos contratando um novo cabeça pois o Sr. Metal Mohammed não mais se enquadra nos padrões necessários para fazer parte da equipe do blog, inclusive no mundo real.

Vamos aos fatos:

  • O Sr. Mohammed não bebe mais scotch;
  • O Sr. Mohammed não viaja com os cabeças;
  • Aquele que se intitula "Metal" não vai mais aos shows com os cabeças;
  • O Sr. Mohammed não aceitou morar com os demais no projeto intitulado "Casa do Guns";
  • O Sr. Mohammed não quer mais postar sobre o assunto favorito dos cabeças, "anal";
  • O Sr. Mohammed não pratica o hobby favorito dos outros cabeças, "a punheta"
  • Dentre outras questões igualmente importantes que não serão mencionadas.
Caso haja interesse, favor encaminhar currículo para duascabezas@gmail.com ciente das responsabilidades que envolvem se tornar um cabeça (beber scotch natalino com os demais - o evento mais importante no calendário cabeciano; viagem com os demais cabeças, shows com os demais cabeças, probabilidade de residir na casa do Guns, disponibilidade para discussão do tema favorito cabeciano, "anal", dentre outras).

Atenciosamente,

Mr. Sweet

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Olê, olê, olê, olê, Savá, Savá!!

Bem, continuando minhas aventuras internacionais em shows, dessa vez estive presente no Black Sabbath e Megadeth em Santiago no Chile, no dia 4 de outubro. E putz, foi uma das experiências mais surreais da minha vida.

Ao lado da minha namorada tr00 nosso fomos ao Chile namorar e aproveitar e ver mais um show. Percebi que enquanto eu estiver com ela, provavelmente irei em mais shows do que fui na minha vida toda.

Saímos do hotel por volta de 18:45, o show começaria as 20:00, achamos que daria tempo de chegar, mas não foi bem assim. O trânsito da capital chilena é um inferno (eu havia alugado um carro) e estava excrotamente engarrafado. Consegui estacionar por volta de 19:45, num lugar bem distante da entrada da pista, o fato de não conhecer o local fez com que eu estacionasse perto do Estádio, mas não perto da entrada específica. Lá é igual no Rio de Janeiro, já veio um carinha que me cobrou 3.000 pesos chilenos para estacionar ali, paguei e fiquei puto, mas, deixa pra lá.

Depois de contornar o estádio inteiro e presenciar cenas tosquíssimas (as comidas que eles vendem na frente do show são surreais!!) chegamos a entrada, e foi aí que nossos pesadelos começaram. Quem organiza a entrada de shows no Chile deve ter retardo mental. Eles colocam grades que permitem passar apenas uma única pessoa por vez em cerca de 7 ou 8 portões. Imagina entrarem 7 ou 8 pessoas por vez num lugar com milhares!! Lógico que dá merda, não a toa fomos imprensados na grade e vimos pessoas sendo retiradas de maca passando mal. Depois conduzem pessoas por um túnel estreito, que também causa claustrofobia, para finalmente chegar na pista do estádio.

O povo chileno é meio retardado, bebe pra caralho antes do show (porque dentro é proibida a venda de bebida alcoólica) e fica dando PT lá dentro. O cheio da maconha chilena também é bizarro, mas enfim, vamos pros shows.

Quando conseguimos entrar o Megadeth já tava rolando, chegamos no meio de Hangar 18, a primeira música do setlist. O show foi curtíssimo, apenas 10 músicas que devem ter sido tocadas em cerca de 45 minutos. Eu achava que seria mais, dado que era o Megadeth e que o Black Sabbath tá velho e provavelmente não aguentaria duas horas de show.

A afinação em "D" (Ré) deixou tudo mais estranho, em certas músicas não dava nem pra perceber a diferença direito, mas "She-Wolf" e "Sweating Bullets" ficaram esquisitíssimas. A vantagem é que Mustaine consegue cantar todas as músicas sem ficar muito ruim, mas as desvantagens são maiores, honestamente, ainda mais que cantar nunca foi o forte dele, portanto sempre que eu vou a um show do Megadeth (e esse foi meu sétimo) espero uma execução perfeita das músicas, não um show de voz.

Os chilenos fazem um show a parte e o Estádio Monumental estava completamente lotado com cerca 45.000 pessoas completamente insanas curtindo cada nota que saia das guitarras de Mustaine e Broderick. Foi um showzaço que durou muito pouco. Quando começaram com Tornado of Souls eu ainda tentei ligar pro Away pra xaropá-lo mas meu celular se recusou a funcionar.

Setlist:
1 - Hangar 18
2 - Wake Up Dead
3 - In My Darkest Hour
4 - She-Wolf
5 - Sweating Bullets
6 - Kingmaker
7 - Tornado of Souls
8 - Symphony of Destruction
9 - Peace Sells... But Who's Buying
10 - Holy Wars... The Punishment Due


O show do Black Sabbath foi uma grata surpresa, como sempre antes de começar Ozzy ficou fazendo palhaçadas no microfone e cantando "olê, olê, olê olê" e o público respondia "Savá!! Savá!!", mas vem cá, que PORRA É SAVÁ?? Pra mim isso é francês saca, tipo ça vá bien? Oui, ça va bien! Esses putos não sabem que a porra da banda se chama Black SaBBath não?? Que excrotisse não existir o fonema da letra "B" no espanhol!!

Enfim, começaram logo com War Pigs que me deixou animado. O foda é que no Chile nessa época, faz muito frio a noite, e as músicas arrastadas do Sabbath me deixaram congelando, mas de qualquer maneira o show em si foi fantástico. Geezer Butler toca pra caralho e o batera (Tommy Clufetos) conseguiu entreter a platéia durante todo seu solo, algo que eu nunca tinha visto. Ozzy está mais inteiro que nunca, na verdade eu nunca tinha visto ele tão bem desde 95 no Monster's of Rock. Tonny Iommi então nem se fala, ele estava muito feliz, era só sorrisos durante todo o show, sem contar que tocou pra caralho!! Eu nem gosto muito de Black Sabbath, mas o show que eles fizeram foi simplesmente espetacular. As músicas novas nem parecem novas, todas têm cara de 1970, e se incorporam ao setlist perfeitamente.

Quando tocaram Snowblind cenas do filme que o Al Pacino fica cheirando pó (se não me engano é Scarface) ficaram sendo exibidas no telão, aliás, o telão era um show a parte, cada música tinha referências com a música em si, como em Faries Wear Boots ficava mostrando uma gostosa de biquíni com uma máscara e usando botas, demais!

O único ponto negativo, pra variar, foram os chilenos. Em determinado momento um idiota veio chegando pra trás pra cima de mim e da minha namorada, eu só coloquei a mão pra ele se tocar e o imbecil ficou todo putinho, ficou fazendo piada durante parte do show, claro que eu xinguei ele em português um monte também depois disso. Com muita inteligência minha mina sugeriu que saíssemos dali pois podia dar uma briga depois do show.

O final com Paranoid ja é um clássico que todo mundo pira e a cereja no bolo de um show épico.

Setlist:
1 - War Pigs
2 - Into the Void
3 - Under the Sun/Everyday Comes and Goes
4 - Snowblind
5 - Age of Reason
6 - Black Sabbath
7 - Behind the Wall of Sleep
8 - Geezer Butler's bass solo
9 - N.I.B.
10 - End of the Beginning
11 - Fairies Wear Boots
12 - Rat Salad
13 - Tommy Clufetos drum solo
14 - Iron Man
15 - God Is Dead?
16 - Dirty Women
17 - Children of the Grave
Encore
18 - Paranoid (com a introdução Sabbath Bloddy Sabbath)

Balanço final: não vou mais a shows no Chile, mas valeu a pena pela experiência. O negócio é continuar no Brasil e na Europa (quem sabe nos EUA também).

That's it for this year!! See ya!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Rock in Rio V: 22/09/2013 - Segundo dia do Metal - The Trooper Beer

Como bom metaleiro mela cueca que eu sou não podia ir ao Rock in Rio 2013 e somente prestigiar o Metallica, eu tinha que estar também no Iron Maiden, não é mesmo? E com as mesmas companhias do dia 19 fui pra Cidade do Rock (meio cansado) curtir o fechamento do festival em grande estilo.

Chegamos mais tarde do que da primeira vez, eu não estava muito com vontade de ver o que rolava no palco Sunset, afinal de contas o tr00 da galera é o Metal e ele que ia gostar de ver Krisium. O Angra eu já tinha visto no show do Kiss em Sampa e não ia perder meu tempo com eles de novo. Meu amigo queria ver o Sepultura com o Zé Ramalho, e tentamos chegar perto do palco já no final. Bem, foi aí que começaram nossos problemas, o público do dia 22, em sua maioria representada por moleques preguiçosos, se sentava onde tinha (e onde não tinha) espaço, o que dificultava muito caminhar pela arena. Chegamos lá e o Sepultura começou o show, percebemos de cara que o Zé Ramalho só ia entrar no final para uma palhinha, e foi isso que aconteceu, portanto não ficamos por lá, tava muito ruim com aquela multidão sentada ocupando um espaço absurdo.

Pouco depois, no palco Mundo ia começar o último dia, vaias a postos para o "Kiara Rocks" (que porra de nome de banda é esse? O tipo de nome que você põe na banda pra ser vaiado é claro!!) e eis que os caras foram mais espertos que o público e abriram com "Ace of Spades" do Motorhead. Talvez se o Carlinhos Brown tivesse feito isso não tivesse se fudido em 2001 (Há!). Ganharam o público... depois disso tocaram umas músicas deles e emendaram com alguns covers pra fechar bem o show. Na hora não vi, mas fiquei sabendo depois que eles levaram convidados ao palco, inclusive Paul Di'ano que era do Iron nos primórdios.

Depois disso veio o Slayer. O show não foi legal, o público parecia em sua maioria de adolescentes e o Slayer era simplesmente muito pesado para eles. Eu estava cansado e resolvi sentar um pouco, mas não durou muito pois a minha espera por "Seasons in the Abyss" que havia começado em 2010 no Sonisphere Festival finalmente veio ao fim, foi divertidíssimo cantar junto com Araya, que estava mais gordo que de costume e parecia um enorme sapo-boi.

Falando em Araya ele era só felicidade, ficou sorrindo o show inteiro, "having the time of his life", pouco depois o telão começou a exibir imagens e momentos de Hanneman com o símbolo da Heineken alterado no fundo do palco e os dizeres "Still Reigning". Fiquei emocionado enquanto desfilavam os clássicos de ouro do Slayer ("South of Heaven", "Raining Blood" e "Angel of Death") e levavam a multidão a loucura completa, de todos os shows que eu vi do Slayer esse foi, provavelmente, o melhor.

Resolvemos nos aproximar do palco para preparar para o show do Iron. Esqueçam tudo que eu disse sobre a educação do público no primeiro dia, ela foi totalmente embora. Pessoas passando mal tentando sair da frente e um monte de moleque que se sentou assim que acabou o show do Slayer, dá pra imaginar o caos, espaços antes ocupados por uma pessoa em pé estavam com pessoas sentadas (que ocupam o espaço de duas ou até três pessoas em pé) enquanto uma multidão tenta sair da frente do palco. Isso foi ainda mais catastrófico ao final do show do Avenged Sevenfold, quase dando briga ou pessoas mijando em cima de pessoas sentadas. Bando de moleque preguiçoso e folgado!!

O show do Avenged começou e preciso dizer que os moleques me impressionaram positivamente. Tá certo que do setlist eu só conhecia "Hail to the King", mas foi muito boa a apresentação deles e o público pulou o show inteiro (diferentemente do que foi veiculado erroneamente no Whiplash). A molecada curte mesmo os carinhas que são meio emos. O vocalista só quer ser o Corey Taylor (Slipknot e Stone Sour), o guitarrista, o tal Synyster Gates, parece uma mina lésbica do tipo Zélia Duncan e o resto da banda não cheira nem fede, tirando o baterista que toca pra caralho!

O mais engraçado do show eram os adolescentes que ficavam gritando "Vai Synixxxter, vaaaaaaiiii", muito gay, parecia uma mina gozando, eu e minha namorada tr00 rimos muito disso. Engraçado que eu não vi nenhuma mina se derretendo por eles, só moleque (que deviam ser viadinhos, não é possível) mesmo.

O show terminou e aí veio o caos completo, minha mina brigou com um tiozão e eu vi a hora ela sentar a mão na fuça dele, tava todo mundo tenso e a molecada sentou como se tivesse tudo bem. O clima foi ficando cada vez mais pesado e eu tava vendo a hora dar merda, não sei o que aconteceu que algumas pessoas resolveram amenizar a situação e as coisas melhoraram.

Pra variar o Iron detonou como sempre, a meu ver não existe banda mais profissional no mundo, erra pouquíssimo e agita sempre. O revival da turnê do "Seventh Son of a Seventh Son" também é um prato cheio. Pra mim não foi o melhor show do Iron que já fui, até porque as melhores músicas daquela turnê eles tiraram ("Infinite Dreams", "Still Life", "Killers" e "Hallowed Be Thy Name", tudo bem, eu sei que eles já cansaram dela, mas eu não!).

Bruce estava visivelmente embriagado, mas isso não fez com que ele fizesse alguma merda, ele foi impecável como sempre e levou a multidão a loucura. O diretor de imagens devia ser fã do Iron, pois não filmava o Janick Gears nem com reza braba, mesmo quando ele estava solando, aliás, era engraçado ver o desespero dos câmeras procurando quem solava a cada música.

Ao meu lado o "Bluesão" (um figura aí que já foi objeto de posts no blog) curtia o show inteiro e minha namorada tr00 batia cabeça o tempo inteiro. No bis eu chorei quando tocaram "Aces High" e a minha favorita do setlist "The Evil That Men Do". Apesar de que não foi nenhuma surpresa, o Iron, diferente do Metallica, sempre toca o mesmo setlist em suas turnês e eu já sabia a sequência de músicas do show inteiro.

No finalzinho Mr. Dickson fez um jabá da cerveja "The Trooper" que muitos acharam forçado, se eu fosse ele tinha feito o mesmo, que fuleiragem, ficam dizendo que ele queimou o filme, me poupa né, como se a cerveja "The Trooper" que é produzida por uma pequena empresa na Inglaterra (e não tá dando conta do recado) fosse competir com a gigantesca Heineken pelo patrocínio do Rock in Rio, fala sério né.

Então é isso, show do Iron é sempre uma diversão a parte... Vejo vocês daqui umas semanas com uma surpresa especial!! Abraços e até o próximo show!!



Setlist:

  1. Moonchild
  2. Can I Play With Madness
  3. The Prisoner
  4. 2 Minutes to Midnight
  5. Afraid to Shoot Strangers
  6. The Trooper
  7. The Number of the Beast
  8. Phantom of the Opera
  9. Run to the Hills
  10. Wasted Years
  11. Seventh Son of a Seventh Son
  12. The Clairvoyant
  13. Fear of the Dark
  14. Iron Maiden
  15. Encore
  16. Aces High
  17. The Evil That Men Do
  18. Running Free (com direito a apresentação da banda e solo de bateria de Nicko McBrain)